O meu amigo Orlando, colega de tempos idos. Difícil a sua vida mas bela a sua música, fico feliz que tenha saído de tão escura obscuridade, de tão sombria e difícil via e tenha finalmente singrado na sua existência. Sim, desconheci-o e não me esqueço, mas tão triste e medonho era o vislumbre, temi e virei para o lado. Mas ele sempre me reconheceu e sempre as suas palavras procurou partilhar. Fico feliz agora Orlando, tal como fiquei triste noutros tempos, talvez isto me possa desculpar. A amizade é pura em sentimentos por isso é amizade. Nuno Firmino

Anúncios