Facebookianos, já repararam no Sá Pinto como treinador (e como jogador que foi): que autêntico guerreiro luso. É um igual se faz favor para primeiro-ministro e outro gémeo para presidente da república.
Sá Pinto é uma inspiração nacionalista.

Até o perfil do homem:
– É um guerreiro, senhores!
«É hora»

http://www.maisfutebol.iol.pt/fotos/225257/1