Jesus contemplou o mundo, tocou a flauta do pastor e num ápice a vida encontrou o rumo de Deus. A humanidade escutou finalmente o som das esferas. Ninguém sabe o que se passou nos dias que se seguiram à descrição dita no capítulo VII. Porém, o resultado resume-se nas seguintes linhas: o reino do Quinto Império aconteceu. Eterno será. A humanidade vive agora uma nova forma de estar no mundo. Reina o império de Deus.

Jesus tornou-se cada um de nós. A amola tesouras simboliza o prenúncio do reino que se aproximava. E agora é real. O pólo masculino e o pólo feminino uniram-se e vibram como um só em cada gesto nosso. Em tudo o que dizemos. Já não há separação, tudo é uno, tudo é luminoso. E o mundo é agora a expressão de Deus. Cumpriu-se Portugal. Cumpriu-se, finalmente, o sonho. E o reino é eterno.

Fim